Disciplina - Sociologia

12 homens e Uma Sentença - Preconceito

Doze jurados devem decidir se um homem é culpado ou não de um assassinato, sob pena de morte. Onze têm plena certeza de que ele é culpado, enquanto um não acredita em sua inocência, mas também não o acha culpado. Decidido a analisar novamente os fatos do caso, o jurado número 8 não deve enfrentar apenas as dificuldades de interpretação dos fatos para achar a inocência do réu, mas a má vontade e os rancores dos outros jurados, que querem ir embora para suas casas.

Neste trecho, o preconceito de um dos jurados se manifesta mostrando-se como único fundamento da opinião sobre a culpa do réu. Evidencia-se aqui que o racismo, o machismo, a homofobia, entre outras manifestações, não estão apenas na cabeça das pessoas. São forças que estruturam as relações sociais e determinam as condições de vida na sociedade.

Produção: (12 Angry Men), Drama, EUA, 1957, 96 minutos. PB. Direção: Sidney Lumet.

Idioma/Legendas: Inglês/Português

Palavras-chave: Discriminação. Emoção. Preconceito. Razão. Relações sociais.

Duração: 2min49s

* Todas as informações contidas nesse vídeo referem-se ao período de sua edição.

  • 6838
  • 65
Fechar

Campos com (*) são obrigatórios.

fechar

Copie o código abaixo e insira em sua página:


Ou compartilhe através dos sites:

Fechar

Mais Informações